terça-feira, 29 de maio de 2012

Rio Barigui - Wikipédia em 29 de maio de 2012


Rio Barigui

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rio Barigui é um rio que banha o estado do Paraná, no Brasil. O Rio Barigui
tem uma extensão de sessenta quilômetros no município de Curitiba.
O nome Barigui é palavra proveniente do tupi-guarani mbariwi’ý e
 significa “rio dos mosquitos-pólvora”.[1][2]
Nasce no encontro com o Arroio Antônio Rosa, no município de
Almirante Tamandaré, e corta 18 bairros de Curitiba até encontrar com
o Rio Iguaçu no extremo sul da cidade, no bairro Caximba.
Hoje, está é poluído pelos esgotos a céu aberto que provém de
moradias irregulares e pelo lixo que é jogado em seu trajeto.

Índice

  [esconder

[editar]Rio Barigui

O Rio Barigui nasce na Serra da Betara, em Almirante Tamandaré e deságua no Rio Iguaçu,
no bairro Caximba em Curitiba, onde está localizado o Aterro Sanitário de Curitiba,
 fazendo divisa com o município Fazenda Rio Grande e o município de Araucária - Paraná.
Percorre da sua nascente até a foz uma extensão de 66 quilômetros,
depois de passar pelos parques Aníbal Khury, Tanguá, Tingui e Barigui.

[editar]Principais Afluentes

Na margem direita: Rio Tanguá, Rio Uvu, Ribeirão dos Muller e Rio Campo Comprido.
Na margem esquerda: Rio Vila Formosa, Rio Passo do França, Córrego Mercês-Barigui,
Arroio do Andrada, Arroio da Ordem e Arroio Pulador.

[editar]Córrego Mercês-Barigui

A nascente do Córrego Mercês-Barigui está localizada na Rua José Casagrande em Curitiba.
O córrego está enquadrado como Classe Dois, ou seja, considerado pouco comprometido,
conforme Portaria SUREHMA 20/1992.

[editar]Bacia do Barigui

A bacia do Barigui é formada pelo leito principal, o Rio Barigui, e mais quatrocentas microbacias. Ela é considerada a maior de Curitiba.

[editar]Principais Problemas Ambientais da Bacia do Rio Barigui

  • 7 769 ligações irregulares da rede de esgoto
  • 25 908 domicílios irregulares na bacia, que estão ocupando a
  •  Área de Preservação Permanente, sendo 631 residências nas margens do Rio Barigui.

[editar]Parque Ambiental Aníbal Khury

Apresenta 220 000 metros quadrados. Está localizado às margens do Rio Barigui,
junto à rodovia que liga Curitiba a Almirante Tamandaré. Como chegar:
De ônibus: Tamandaré - Cabral com saídas dos terminais Cabral, Cachoeira e Almirante Tamandaré.
Agendamento de churrasqueiras: fone (041) 3699-6194. Visitas monitoradas: (041) 3322-8434.

Referências

  1.  FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.1 172
  2.  http://www.fflch.usp.br/dlcv/tupi/vocabulario.htm

[editar]Referências

Wiki letter w.svgEste artigo é mínimo. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Forum em Defesa da Bacia do Rio Barigui


Assunto: Reunião Mensal do Forum Probarigui

O Forum  em Defesa da Bacia do Rio Barigui - Forum Probarigui convida a todos os interessados para sua reunião mensal a ocorrer na próxima quinta feira, 31 de maio de 2012, às 16:30 hs, na sede do Clube de Pesca Vêneto, à Rua Zem Bertapelle , em Santa Felicidade (mapa em anexo) A reunião, na qual  será apresentado o novo coordenador, Francisco Carvalho,, terá a seguinte pauta:  - Apresentação das ações Sanepar de interesse para o Forum - Dr Pericles Weber - Diretor de Meio Ambiente da Sanepar- Mobilização de outros clubes de Rotary para expansão do Projeto - Despoluição do Lago do Parque Barigui até 2014 - Sugestões para a readequação do Plano de Trabalho do Forum e Elaboração de Projeto com Indicadores de desempenho - Assuntos Diversos

RCC Parque Barigui (entidade coordenadora do Forum Probarigui
Maria Lúcia de Almeida Furquim - Presidente


sábado, 27 de março de 2010

A nascente do Rio Barigui fica em Tranqueira

A nascente do Rio Barigui fica em Tranqueira, bairro de Almirante Tamandaré, Não está dentro de Parque Protegido. O Rio passa pelo Parque Anibal Khury, já no centro de Almirante Tamandaré, beirando a Rodovia dos Minérios.



Elizabeth do Rocio Godke


Bióloga - Educadora Ambiental

Subject: Re: Fw: Nascentes do Rio Barigui


------------------------------------------------------------------------------------


Boa tarde Cascaes



Pode colocar sim meu nome e profissão em seu Blog, alás eu trabalho na Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Almirante Tamandaré, coordenando a Educação Ambiental. E quando voce tiver a oportunidade visite as nascentes tanto do Rio Barigui, quanto ao do Rio Passaúna, que nasce no Marmeleiro, área rural de Almirante Tamandaré, este rio que abastece boa parte de Curtiiba. Em 2007 fizemos um circuito pedagógico do Passaúna, levávamos os alunos até a nascente e acompanhavámos o rio até o Parque Passaúna ( mirante) - Curitiba, de onde eles visualizavam a represa. Eu trabalho em Almirante e moro em Curitiba, o que é muito interessante pois vivo duas realidades sendo muito gratificante. Creio que os técnicos da Sanepar podem te auxiliar em relação à mapas hidrográficos.

grata pela atenção

Elizabeth do Rocio Godke
Bióloga - Educadora Ambiental

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
> Cascaes


> 27.3.2010



Ao solicitado informo que as nascentes do rio Bariguí, não estão dentro de

nenhum Parque Oficial. Ele nasce na Serra da Betara no Municipio de

Almirante Tamandaré.

Abraços LAURO.

>

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

loteamento Marinoni, no Tanguá

Olá, conheci seu blog sobre Almirante Tamandaré.


Achei muito interessante. Moro na cidade, numa área em pleno crescimento que acho que o Sr deveria conhecer. É no loteamento Marinoni, no Tanguá. O lugar tem várias nascentes e córregos que desaguam no rio Tanguá. Na rua onde resido, tem uma área que a construtora doou à prefeitura, como reserva. Neste local, temos um córrego e nascentes, o problema, é que a construtora entregou este local quase totalmente desmatado. A prefeitura também não tomou nenhuma ação para reflorestamento do local. Como sempre acontece com áreas abandonadas, começaram a jogar lixo, caminhões despejaram entulhos no local, etc. Alguns vizinhos um pouco mais conscientes, providenciaram algumas mudas que foram plantadas. Foi uma gota de água no oceano, mas já é um começo. A área tem todas as qualidades para futuramente se tornar um bosque ou um parque linear, o que deveria ser feito o quanto antes para preservação.





Obrigado.
Vilson Lima

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Sugestões para a cidade de Almirante Tamandaré

Prezados amigos
Eu, engenheiro eletricista (portanto não tenho autorização das corporações profissionais para assinar tecnicamente sobre o que digo a seguir), após as visitas ao sistema do Botiatuvinha e à cidade de Almirante Tamandaré, atrevo-me a sugerir o seguinte:

.......
..............

· Aprofundamento da discussão da criação de parque ambiental/ecológico em Almirante Tamandaré (projeto em andamento pela deputada representante do PV). É uma excelente oportunidade de preservação e valorização daquela região.
· Ação para instalação urgente de amplo (capilaridade, qualidade técnica) sistema de coleta e tratamento de esgotos em Almirante Tamandaré. Um bom sistema de coleta e tratamento, além de evitar doenças, poderá reverter o risco de contaminação do aqüífero Karst e do Rio Barigui (atenção especial para poluidores comerciais, industriais, postos de gasolina etc.).
· Acionar o IAP para melhor vigilância em Almirante Tamandaré.
· Rever plano viário em Almirante Tamandaré para se evitar invasões e ocupações de áreas de preservação.
· Cuidado especial com trilhas e estradas em áreas particulares, áreas de preservação ambiental.
· Analisar novas formações de vilas habitacionais em Almirante Tamandaré (PAC, COHAPAR, Prefeitura), onde ainda existe espaço e tempo para se evitar ocupações inadequadas.
· Trabalhar para transformar a Serra das Betaras e áreas próximas em espaços de turismo ecológico. Essa é uma área de inúmeras fontes de rios paranaenses e da bacia do Vale do Ribeira. A valorização econômica cria postos de trabalho e facilita a vigilância. A região é bonita e desconhecida.
· O morro da Saibreira pode ser um mirante ecológico, ambiental, desde que aproveitado de forma inteligente (turismo, lazer, educacional, cultural). Outro lugar que merece atenção especial por parte da Prefeitura.
· O antigo “Pesque Pague” do Matsubara (atual da Sociedade Abranches) precisa de muito pouco para voltar a ser um lugar paradisíaco e de preservação do Rio Barigui, tendo condições de ser ampliado para preservação do rio e educação ambiental.
· A duplicação da Rodovia dos Minérios com cuidados ecológicos é importante (túneis, pontes, viadutos etc. para se evitar cortes violentos na migração [transversal ao eixo] de animais e trânsito de pedestres) além de ajustes com a visão futura da região.
· Atenção para o ser humano, calçadas. Passeios seguros também são questões de meio ambiente social de extrema importância. A ocupação residencial, comercial e industrial ao longo da estrada está criando um fluxo intenso de pedestres, gente humilde que não pode usar automóveis.
· Etc. etc. etc.

Abraços

Cascaes
Curitiba, 25 de abril de 2009

sábado, 25 de abril de 2009

Rio Barigui - Wikipédia

Rio Barigüi
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Este artigo ou secção não cita as suas fontes ou referências. Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto ou em notas de rodapé.
O Rio Barigüi é um rio brasileiro que banha o estado do Paraná. O Rio Barigüi tem uma extensão de 60 km no município de Curitiba, o nome Barigüi é palavra proveniente do tupi-guarani mbariwi’ý e significa “rio dos mosquitos-pólvora”.
Nasce no encontro com o Arroio Antônio Rosa, no município de Almirante Tamandaré, e corta 18 bairros de Curitiba até encontrar com o Rio Iguaçu no extremo sul da cidade, no bairro Caximba.
Hoje por onde passa, é poluído com esgotos a céu aberto que provém de moradias irregulares, e o lixo que é jogado em seu trajeto.
Índice[esconder]
1 Rio Barigüi
2 Principais afluentes
3 Córrego Mercês-Barigüi
4 Bacia do Barigüi
5 Principais problemas ambientais da Bacia do Rio Barigüi
6 Parque Ambiental Aníbal Khury
7 Referências
//

Rio Barigüi
O rio Barigüi nasce na Serra da Betara, em Almirante Tamandaré, e deságua no Rio Iguaçu, no bairro Cachimba, onde está localizado o Aterro Sanitário de Curitiba, fazendo divisa com o município Fazenda Rio Grande. Percorre da sua nascente até a foz uma extensão de 66 km, depois de passar pelos parques Aníbal Khury, Tanguá, Tingüi e Barigüi.

Principais afluentes
Na margem direita: Rio Tanguá, Rio Uvu, Ribeirão dos Muller e Rio Campo Comprido. Na margem esquerda: Rio Vila Formosa, Rio Passo do França, Córrego Mercês-Barigüi, Arroio do Andrada, Arroio da Ordem e Arroio Pulador.

Córrego Mercês-Barigüi
A nascente do Córrego Mercês-Barigüi está localizada na Rua José Casagrande em Curitiba. O córrego está enquadrado como Classe 2, ou seja, considerado pouco comprometido, conforme Portaria SUREHMA 20/1992.

Bacia do Barigüi
A bacia do Barigüi é formada pelo leito principal, o Rio Barigüi, e mais 400 microbacias. Ela é considerada a maior de Curitiba.

Principais problemas ambientais da Bacia do Rio Barigüi
7.769 ligações irregulares da rede de esgoto.
25.908 domicílios irregulares na bacia, que estão ocupando a Área de Preservação Permanente, sendo 631 residências nas margens do Rio Barigüi.

Parque Ambiental Aníbal Khury
Apresenta 220 mil metros quadrados, está localizado às margens do rio Barigüi, junto à rodovia que liga Curitiba a Almirante Tamandaré. Como chegar: De ônibus: Tamandaré - Cabral com saídas dos terminais Cabral, Cachoeira e Almirante Tamandaré. Agendamento de churrasqueiras: fone (041) 3699-6194. Visitas monitoradas: (041) 3322-8434.